[Fuvest 2019] Nas margens de um rio, verificava‐se a seguinte cadeia trófica: o capim ali presente servia de alimento para gafanhotos, que, por sua vez, eram predados por passarinhos, cuja espécie só corria naquele ambiente e tinha exclusivamente os gafanhotos como alimento; tais passarinhos eram predados por gaviões da região.

A lama tóxica que vazou de uma empresa mineradora matou quase totalmente o capim ali existente. É correto afirmar que, em seguida, o consumidor secundário

  1. teve sua população reduzida como consequência direta do aumento da biomassa no primeiro nível trófico da cadeia.
  2. teve sua população reduzida como consequência indireta da diminuição da biomassa no primeiro nível trófico da cadeia.
  3. não teve sua população afetada, pois o efeito da lama tóxica se deu sobre o primeiro nível trófico da cadeia e não sobre o segundo.
  4. não teve sua população afetada, pois a lama tóxica não teve efeito direto sobre ele, mas sim sobre um nível trófico inferior.
  5. teve sua população aumentada como consequência direta do aumento da biomassa no segundo nível trófico da cadeia.


Resposta
teve sua população reduzida como consequência indireta da diminuição da biomassa no primeiro nível trófico da cadeia.

[UFSCar 2008] A energia luminosa do Sol é transformada, por alguns organismos, em energia química. Nas cadeias alimentares, o fluxo dessa energia é unidirecional. Por outro lado, a matéria que compõe os seres vivos se mantém em quantidades praticamente constantes. Essas duas afirmações se justificam porque

  1. cada nível trófico capta energia luminosa que é acumulada, assim como a matéria, na passagem dos níveis tróficos, desde os produtores até os decompositores.
  2. a energia aumenta na passagem de um nível trófico para outro e a matéria reciclada é acumulada.
  3. a energia flui do último nível trófico para o primeiro por reciclagem, juntamente com a matéria orgânica.
  4. a energia captada pelos produtores é transferida de um nível trófico para outro, sempre em menor quantidade, até os decompositores, enquanto que a matéria é reciclada.
  5. a energia dissipa-se apenas pela ação dos decompositores, que reciclam a matéria orgânica.


Resposta
a energia captada pelos produtores é transferida de um nível trófico para outro, sempre em menor quantidade, até os decompositores, enquanto que a matéria é reciclada.

[UFSM 2011] Observe:

regulação dos ecossistemas através de cadeias alimentares e poluentes que interferem na estabilidade desses ecossistemas

Analisando a regulação dos ecossistemas através de cadeias alimentares e poluentes que interferem na estabilidade desses ecossistemas, assinale a afirmativa correta.

  1. Em uma cadeia alimentar, a quantidade de energia de um nível trófico é sempre menor que a energia que pode ser transferida para o nível seguinte.
  2. Sem os organismos fotossintetizantes, não haveria, nos ecossistemas, cadeias alimentares como existem hoje, ou seja, baseadas no fluxo de energia proveniente do Sol.
  3. Consumidores secundários ou terciários, como podem ser as águias, acumulam maiores quantidades de energia química potencial em relação a níveis tróficos inferiores.
  4. Quando está no meio ambiente, o inseticida DDT segue geralmente um caminho diferente daquele realizado pela energia que circula na cadeia alimentar, usando vias específicas para determinado nível trófico.
  5. Considerando os problemas que a concentração de poluentes causa ao longo da cadeia alimentar, as espécies dos níveis inferiores dessa cadeia são as mais prejudicadas.


Resposta
Sem os organismos fotossintetizantes, não haveria, nos ecossistemas, cadeias alimentares como existem hoje, ou seja, baseadas no fluxo de energia proveniente do Sol.

[IFSP 2010] O ozônio (O3) se forma quando as moléculas de oxigênio (O2) se rompem devido à radiação ultravioleta, e os átomos separados combinam-se individualmente com outras moléculas do mesmo gás. O gás O3 é extremamente oxidante e reativo. Sua ocorrência natural é feita na estratosfera, entre trinta e cinquenta quilômetros de altitude e, provavelmente, a camada de ozônio, se formou há cerca de 450 milhões de anos devido à evolução de organismos

  1. heterótrofos, que eliminavam gás carbônico como produto final da respiração.
  2. decompositores anaeróbios, que reciclavam a matéria orgânica.
  3. autótrofos, que produziam oxigênio no processo da fotossíntese.
  4. eucariontes, que utilizavam a matéria orgânica produzida pelos seres autótrofos.
  5. procariontes, que consumiam oxigênio no processo respiratório.


Resposta
autótrofos, que produziam oxigênio no processo da fotossíntese.

[PUC-Rio 2011]

A produtividade da canola aumenta expressivamente com a polinização feita pela abelha Apis mellifera – a mais comum das Américas. Mas a espécie enfrenta séria ameaça no continente. É de amplo conhecimento que o desmatamento, o uso inadequado de pesticidas em atividades agrícolas e o aquecimento global têm feito vítimas entre os insetos, com destaque para as abelhas, cujas colônias têm diminuído significativamente. Considerando-se que os insetos – e as abelhas de modo especial – são os principais agentes de polinização de 90% das plantas do planeta que produzem frutos, a constatação de que estão diminuindo é no mínimo preocupante, embora artigo da revista britânica The Economist afirme que essa redução não procede.

Ciência Hoje, 17/07/2010

Considerando os conceitos ecológicos de relações tróficas e interação entre organismos, discorra, a partir da questão apresentada, as diferentes relações entre organismos encontradas na natureza, exemplificando cada uma destas relações.



« Primeiro ‹ Anterior 1 3 11 12 13 14 15 23 71 Próximo › Último »