[UEM 2013] Os oceanos cobrem cerca de 70 % da superfície da Terra, constituindo o maior ambiente natural do planeta. Sobre esse ecossistema, assinale a(s) alternativa(s) correta(s).

01) O fitoplâncton é representado por protozoários e por microcrustáceos que se deslocam ativamente na água.
02) O nécton compreende os organismos que não apresentam movimentos próprios e estão associados ao substrato.
04) O sistema abissal é composto por organismos detritívoros ou predadores, muitos deles dotados de bioluminescência.
08) A região nerítica situa-se sobre a plataforma continental, podendo chegar a até 200 metros de profundidade, e representa a zona de maior atividade econômica.
16) No fenômeno conhecido como ressurgência, as correntes marítimas levam os sais minerais do fundo para a superfície do mar.



Resposta
04 + 08 + 16 = 28

[Mackenzie 2017] Considere as seguintes ocorrências poluidoras:

I. Fenômeno provocado por poluentes atmosféricos emitidos pela queima de carvão mineral e diesel, como o dióxido de enxofre, que pode originar o ácido sulfúrico.
II. Fenômeno que pode causar mudanças climáticas globais e a elevação do nível dos mares.
III. No inverno, é frequente ocorrer a retenção de poluentes atmosféricos próximos ao solo.
IV. Leva à proliferação de bactérias aeróbicas que consomem o gás oxigênio da água, causando a morte de peixes e outros organismos aquáticos.
I, II, III e IV correspondem, respectivamente, aos seguintes tipos de eventos poluidores:

  1. Chuva ácida, efeito estufa, inversão térmica e eutrofização.
  2. Chuva ácida, eutrofização, inversão térmica e efeito estufa.
  3. Efeito estufa, chuva ácida, inversão térmica e eutrofização.
  4. Eutrofização, chuva ácida, efeito estufa e inversão térmica.
  5. Inversão térmica, eutrofização, efeito estufa e chuva ácida.


Resposta
Chuva ácida, efeito estufa, inversão térmica e eutrofização.

[UEM 2015]

Nos últimos dez anos, o Brasil registrou um prejuízo de cerca de 27 bilhões de dólares na produção de soja apenas em dois dos mais importantes estados produtores de oleaginosas: Rio Grande do Sul e Paraná, por deixarem de produzir mais de 55 milhões de toneladas. O motivo foi a falta de água para que as plantas pudessem se desenvolver plenamente. Por isso, pesquisadores especialistas em ecofisiologia vegetal da Embrapa Soja (Londrina, PR) estão em busca de uma planta capaz de resistir às intempéries do clima que podem se repetir com mais severidade nos próximos anos.

(https://www.embrapa.br/busca-de-noticias/-/noticia/2271249/umasojaparaenfrentaraseca, acessado em 15/04/2015).

Sobre o assunto, assinale a(s) alternativa(s) correta(s).

01) Por meio de técnicas de manipulação do DNA os pesquisadores introduziram um gene Y de outra planta na soja tornado-a mais tolerante à seca. Essa técnica é denominada clonagem.
02) A engenharia genética constitui o ramo da Biologia que estuda o melhoramento vegetal.
04) Sem as condições ambientais favoráveis (disponibilidade de água, temperatura e luminosidade), a semente não germina e fica em estado de dormência.
08) Diferentes variedades de soja podem ser obtidas com a utilização de outros genes, por meio da reprodução assexuada.
16) A água é indispensável às plantas, pois atua como solvente permitindo que gases, minerais e outros componentes entrem nas células e circulem pela planta, e tem papel importante na manutenção e na condução de calor.



Resposta
04 + 16 = 20

[UFPR 2015] Durante décadas, seres parasitas foram omitidos das teias alimentares, com base na ideia de que eles teriam pouca influência na biomassa do ecossistema. Entretanto, quando a biomassa dos parasitas é medida, esta noção é desafiada. Em alguns sistemas estuarinos, por exemplo, a biomassa dos parasitas é comparável à dos predadores no topo da cadeia. Traduzido e adaptado de: PRESTON, D. & JOHNSON, P. Ecological Consequences of Parasitism. Nature Education Knowledge 3(10):47, 2010.

A respeito da inserção dos parasitas nas teias alimentares, considere as seguintes afirmativas:

1. Parasitas podem regular o tamanho da população de hospedeiros.
2. Parasitas podem atuar como presas.
3. Parasitas podem alterar o desfecho de interações competitivas interespecíficas.

Assinale a alternativa correta.

  1. Somente a afirmativa 1 é verdadeira.
  2. Somente as afirmativas 1 e 2 são verdadeiras.
  3. Somente as afirmativas 1 e 3 são verdadeiras.
  4. Somente as afirmativas 2 e 3 são verdadeiras.
  5. As afirmativas 1, 2 e 3 são verdadeiras.


Resposta
As afirmativas 1, 2 e 3 são verdadeiras.

[UFSM 2014] O consumo mundial de carne vem aumentando, o que traz impactos não só à saúde como ao meio ambiente.

Pelo menos metade das emissões brasileiras de gases do efeito estufa é causada pela pecuária bovina, indica um estudo interdisciplinar do INPE (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais). A maior parte do problema se deve ao desmatamento para abrir pastagens na Amazônia e no Cerrado, afirma o trabalho, mas a fermentação entérica do gado e as queimadas nas áreas de pastagem dão uma dimensão maior ao problema. O plano de corte de emissões do Brasil, porém, não tem uma abordagem específica para cuidar dos bois.

Fonte: Folha de S. Paulo, 11/12/2009. (adaptado)

Emissões da pecuária brasileira em milhões de toneladas de CO equivalente, em 2008, por bioma

Considerando essas informações, analise as afirmativas:

I – O desmatamento e posterior queimada devolvem à atmosfera o carbono retido nas plantas, emitindo monóxido e dióxido de carbono, gases de efeito estufa.
II – O desmatamento do Cerrado contribui pouco com a emissão de gases de efeito estufa no Brasil.
III – Uma forma de diminuir a emissão de metano é transferir todo rebanho da Amazônia e do Cerrado para outros biomas.
IV – A fermentação do alimento no trato digestório do gado gera o gás metano, um poderoso gás de efeito estufa.

Estão corretas

  1. apenas I e II.
  2. apenas I e IV.
  3. apenas II e III.
  4. apenas II e IV.
  5. apenas III e IV.


Resposta
apenas I e IV.
« Primeiro ‹ Anterior 1 39 47 48 49 50 51 59 71 Próximo › Último »