[Unicamp 2018] Plantas têm papel crucial na ciclagem de carbono e de água no ambiente, captando e liberando o gás carbônico atmosférico e transferindo água do solo para o ar. Os gráficos abaixo representam padrões anuais de variação nas concentrações de vapor d’água do ar e de gás carbônico em regiões ocupadas por duas florestas tropicais distintas, A e B.

gráfico concentrações de vapor d’água do ar e de gás carbônico

As variações mostradas ocorrem como consequência da presença das florestas. A precipitação nas duas áreas ocorre no período quente do ano (setembro a abril). Além disso, a concentração de CO2 atmosférico seria de 380 ppm se não houvesse cobertura vegetal.

a) Considerando que a transpiração tem relação direta com o consumo hídrico, qual das duas florestas tem maior dependência de disponibilidade de água? Considerando que a fotossíntese e a respiração determinam o padrão anual de variação de CO2, qual das duas florestas tem maior produção anual de biomassa? Justifique suas respostas.

b) Em um cenário de redução no regime de chuvas, o que aconteceria com as concentrações de vapor d’água do ar e de CO2 nas regiões ocupadas pelas florestas? Justifique sua resposta.



[UEL 2011] O vazamento de petróleo causado pela explosão da plataforma oceânica no Golfo do México, em abril de 2010, provocou um desastre ambiental de grandes proporções. Com relação às possíveis consequências das manchas de petróleo na superfície do oceano, considere as afirmativas a seguir.

I. Interferem na passagem de luz, prejudicando a fotossíntese das algas.
II. Provocam a proliferação de dinoflagelados, causando o fenômeno da “maré vermelha”.
III. Modificam o pH da água do oceano, liberando gases que ocasionam o aumento do buraco na camada de ozônio.
IV. Afetam a difusão do oxigênio da atmosfera para a água do oceano.

Assinale a alternativa correta.

  1. Somente as afirmativas I e II são corretas.
  2. Somente as afirmativas I e IV são corretas.
  3. Somente as afirmativas III e IV são corretas.
  4. Somente as afirmativas I, II e III são corretas.
  5. Somente as afirmativas II, III e IV são corretas.


Resposta
Somente as afirmativas I e IV são corretas.

[Unicamp 2011] “O vazamento de petróleo no Golfo do México, em abril de 2010, foi considerado o pior da história dos EUA. O vazamento causou o aparecimento de uma extensa mancha de óleo na superfície do oceano, ameaçando a fauna e a flora da região. Estima-se que o vazamento foi da ordem de 800 milhões de litros de petróleo em cerca de 100 dias.”

Por ocasião do acidente, cogitou-se que todo o óleo vazado poderia ser queimado na superfície da água. Se esse procedimento fosse adotado, o dano ambiental

  1. não seria grave, pois o petróleo é formado somente por compostos de carbono e hidrogênio, que, na queima, formariam CO2 e água.
  2. seria mais grave ainda, já que a quantidade (em mols) de CO2 formada seria bem maior que a quantidade (em mols) de carbono presente nas substâncias do petróleo queimado.
  3. seria praticamente nulo, pois a diversidade de vida no ar atmosférico é muito pequena.
  4. seria transferido da água do mar para o ar atmosférico.


Resposta
seria transferido da água do mar para o ar atmosférico.

[Unicamp 2012] O mapa abaixo mostra a distribuição global do fluxo de carbono. As regiões indicadas pelos números I, II e III são, respectivamente, regiões de alta, média e baixa absorção de carbono.

Ecologia-2360

Considerando-se as referidas regiões, pode-se afirmar que os respectivos tipos de vegetação predominante são:

  1. I-FlorestaTropical; II-Savana; III-Tundra e Taiga.
  2. I-Floresta Amazônica; II-Plantações; III-Floresta Temperada.
  3. I-Floresta Tropical; II-Deserto; III-Floresta Temperada.
  4. I-Floresta Temperada; II-Savana; III-Tundra e Taiga.


Resposta
I-FlorestaTropical; II-Savana; III-Tundra e Taiga.

[PUC-Campinas 2011]

Cientistas sabem da existência de fontes termais submarinas desde a década de 70. Os sistemas conhecidos como chaminés negras, ou fumarolas, são os mais comuns. (…) Nessas chaminés, a água pode atingir temperaturas superiores a 400 °C, devido à proximidade de rochas magmáticas. Com pH semelhante ao do suco de limão, ela libera sulfetos, ferro, cobre e zinco, à medida que se infiltra nas rochas vulcânicas abaixo do solo marinho. Quando esse fluido ebuliente e ácido sobe novamente à superfície, é expelido pelas chaminés na água gelada das profundezas do mar, onde os sulfetos de metal dissolvidos resfriam rapidamente e precipitam, produzindo uma mistura escura, parecida com nuvens de fumaça negra. (…) Apesar da agressiva composição química da água ao seu redor, há uma profusão de animais exóticos, como os gigantescos vermes tubiformes (Riftia), desprovidos de boca e intestinos. Essas criaturas florescem graças a uma associação simbiótica com bactérias internas, que consomem o venenoso gás sulfeto de hidrogênio que emana dos orifícios.

(Revista Scientific American Brasil, janeiro de 2010, p. 42)

Morfologicamente, os vermes tubiformes gigantes do gênero Riftia são muito diferentes dos seres que existem na superfície da terra; entre outras particularidades, são desprovidos de boca e intestinos. No entanto, do ponto de vista ecológico, esses vermes podem ser corretamente classificados como

  1. decompositores, pois se alimentam dos detritos que afundam até as fontes termais subaquáticas.
  2. produtores, pois realizam fotossíntese nas regiões próximas às fumarolas.
  3. consumidores primários, pois obtêm seu alimento de bactérias quimiossintetizantes.
  4. consumidores secundários, pois se alimentam do fluido ebuliente e dos sulfetos de hidrogênio.
  5. autótrofos, pois são criaturas que florescem, assim como as plantas da superfície.


Resposta
consumidores primários, pois obtêm seu alimento de bactérias quimiossintetizantes.
« Primeiro ‹ Anterior 1 59 67 68 69 70 71 Próximo › Último »