Experimento: simulando o processo de eutrofização

Este é um experimento simples e de baixo custo. Pode ser feito até mesmo dentro da sala de aula, quando a escola não conta com um laboratório. O objetivo é demonstrar como a decomposição de matéria orgânica na água altera a concentração de oxigênio dissolvido, processo conhecido como eutrofização. A origem desta matéria orgânica em excesso nos corpos d’água pode ser devido ao despejo de esgoto ou o acúmulo de fertilizantes agrícolas que são arrastados junto com a água das chuvas. Baixas concentrações de oxigênio na água podem provocar a morte de peixes e outros organismos aquáticos.

Materiais necessários:

  • Água
  • Azul de metileno (corante que pode ser adquirido em farmácias)
  • Potes de vidro com tampa
  • Biscoitos
  • Colher

Procedimento:

  1. Acrescente algumas gotas de azul de metileno à água e misture. Despeje nos potes de vidro.
  2. Um pote será utilizado como controle. Ao outro pote acrescente os biscoitos, ou outro tipo de alimento. Evite utilizar alimentos que apresentem muitos conservantes e/ou corantes em sua formulação.
  3. Tampe os potes e guarde em local protegido da luz do sol. Aguarde entre 2 e 5 dias. O tempo necessário para o início da decomposição bacteriana varia conforme o tipo de alimento utilizado e as condições de temperatura ambiente.

O azul de metileno funciona, a grosso modo, como um indicador de oxigênio na água. Conforme as bactérias consomem o oxigênio e liberam gás carbônico, o corante vai perdendo a cor e a água volta a ser transparente.

Abaixo, uma explicação mais detalhada dos processos químicos envolvidos na reação:

(…) a “decomposição anaeróbia de substâncias orgânicas é feita por processos de redução”, portanto, o Azul de Metileno, na condição de agente redutor (doador de elétrons), se oxida ao doar elétrons para as reações químicas promovidas por bactérias decompositoras que estão “retirando” o oxigênio das amostras de água ao decompor o material orgânico que possa existir nas amostras.

Monteiro & Viadana (2009) Análise de poluição da água: A técnica do azul de metileno. In: anais do XVIII Simpósio Brasileiro de Recursos Hídricos

Após o fim do experimento é possível deixar a solução azul novamente. Basta abrir o pote e agitar, permitindo que o oxigênio do ar se dissolva na água. No entanto não é recomendado fazer isso dentro da sala de aula, por causa do forte cheiro causado pela decomposição anaeróbia, que libera sulfetos (responsáveis pelo típico cheiro de ovo podre) e gás metano.

6 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *