Experimento: terrário fechado (mini-ecossistema)

Colocar uma planta em um ambiente fechado pode parecer um contra-senso. Como ela vai sobreviver? Ela não precisa de ar para respirar? É justamente por isso que essa experiência, tão simples, pode ser utilizada para trabalhar temas bastante complexos da biologia.

Um terrário fechado funciona como um mini-ecossistema. Não há entrada e nem saída de matéria, apenas a energia (sob a forma de luz) continua movimentando as engrenagens do sistema. As plantas sobrevivem pois durante a fotossíntese liberam oxigênio e consomem gás carbônico, exatamente o contrário do que acontece durante a respiração. Se houver um balanço entre fotossíntese e respiração, um terrário pode manter plantas vivas por muitos meses, até mesmo anos.

Claro que não é tão simples e outros elementos também precisam estar em equilíbrio, como a água e os nutrientes. Manter um ecossistema fechado por muito tempo pode ser um verdadeiro desafio. Quanto menor o terrário, mais difícil.

Materiais necessários:

  • Recipiente transparente com tampa, de boca larga (de plástico ou vidro)
  • Planta de pequeno porte
  • Pedrinhas
  • Terra
  • Água

Procedimento:

  1. Coloque uma camada fina de pedrinhas no fundo do recipiente. As pedras ajudam a drenar o excesso de água.
  2. Coloque a planta no centro do recipiente e preencha as laterais com terra. Cuidado para não sujar as paredes do terrário nesta etapa.
  3. A camada de pedras + terra não deve ultrapassar 1/4 da altura do terrário.
  4. Regue, deixando a terra úmida, mas não encharcada.
  5. Feche o terrário e deixe em local fresco e iluminado (mas não sob sol direto).

Opte por plantas que gostem de ambientes úmidos e de sombra. Você pode coletar plantas de um local com estas características (neste caso colete também musgo!) ou comprar uma muda em uma floricultura. Não utilize cactos e suculentas, essas espécies não se adaptam bem ao ambiente úmido do terrário fechado.

terrário fechado

Observe a água condensada nas laterais do terrário. Este é uma ótima demonstração do ciclo da água: a planta transpira vapor d’água, que se condensa na parede do terrário e desliza de volta para a terra, onde será captada novamente pelas raízes da planta.

Após algumas horas um pouco de água deve começar a condensar nas laterais do terrário. Se isso não acontecer, abra o terrário e coloque um pouco mais de água. Se, ao contrário, muita água ficar condensada, deixe o terrário destampado por algumas horas até este excesso de água secar. Observe com atenção nos primeiros dias, acertar a quantidade de água é crucial para a manutenção do terrário fechado.

Um exemplo da dificuldade de se manter um ecossistema completamente isolado foi o projeto Biosphere 2, realizado na década de 90. Animais, plantas e oito pessoas (!) foram colocados em uma redoma de 12.600 metros quadrados no meio do deserto do Arizona. O objetivo era mantê-los vivos ali em completo isolamento do resto do planeta, em um ecossistema próprio. O projeto fracassou. 

4 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *